Posts

Desenvolvimento nacional na mira do TCU

O Tribunal de Contas da União acaba de lançar diagnóstico para compreender o País e vislumbrar como superar nossas mazelas. Conheça a publicação que aponta caminhos para o Brasil e será entregue a todos os presidenciáveis


No momento em que os brasileiros estão começando a conhecer as propostas dos candidatos à Presidência da República, o Tribunal de Contas da União (TCU) contribui para o efervescente debate ao lançar a mais nova versão de sua publicação “O TCU e o Desenvolvimento Nacional – Contribuições para a Administração Pública”. O objetivo da Corte de Contas é de lançar luzes às discussões, com conteúdo abalizado, que sintetizem suas ideias e proposições estratégicas para os diversos setores de governo. A publicação será enviada a cada um dos presidenciáveis. 

Entre os temas analisados pelo Tribunal estão o setor de agricultura e desenvolvimento rural, finanças públicas, gestão pública, ambiente regulatório, infraestrutura, desenvolvimento econômico, meio ambiente, saúde, educação, previdência, assistência social, segurança pública e defesa nacional.

Para o presidente do TCU, ministro Raimundo Carreiro, do documento constam “propostas de melhoria para o País”, baseadas na vasta expertise de fiscalização do uso dos recursos governamentais com impactos diretos para o cidadão. Essas ideias refletem o resultado de ações de controle da Corte de Contas por todo o Brasil (o Tribunal possui secretarias nas 26 capitais estaduais), e da análise ampla nos principais setores da administração pública brasileira.

Dessa forma, o Tribunal de Contas da União pretende contribuir para o debate dos grandes temas nacionais e para o aperfeiçoamento dos serviços públicos, com potencial de alavancar o desenvolvimento do País.

No que diz respeito às finanças públicas, por exemplo, o documento do TCU afirma que a retomada do crescimento econômico inclusivo e sustentável depende de ajustes céleres e contundentes na gestão das finanças públicas. Para tanto, considera imprescindível reverter o crescimento acelerado da dívida soberana, retomar a confiança dos agentes econômicos e permitir o financiamento adequado das políticas públicas de interesse nacional.

A respeito do tema Agricultura e Desenvolvimento Rural, a publicação aponta o Brasil como nação estratégica para o mundo, e que terá de aumentar a produção de alimentos para uma população crescente. Somos um dos países com maior potencial de expansão da capacidade agrícola, sem necessidade de agredir o meio ambiente, com disponibilidade de terras agricultáveis, abundância de água, tecnologia de ponta, luminosidade, clima e solo favoráveis.

TCU e o Desenvolvimento Nacional

O cidadão brasileiro, inserido em um momento de restrições orçamentárias, clama por eficiência e por serviços públicos de qualidade, bem como por uma sociedade livre das mazelas da corrupção, que minam os recursos que deveriam melhorar a qualidade de vida de cada brasileiro.

Nesse contexto, mostra-se crucial que o Tribunal de Contas da União contribua, de forma crescente, para a transformação social e para o desenvolvimento do país. De fato, o conjunto de suas competências constitucionais possibilita à Corte de Contas alcançar um elevado nível de conhecimento sobre as maiores dificuldades para a administração pública, e para o Brasil.
Assim, o ministro-presidente Raimundo Carreiro acredita que a razão da existência do TCU engloba “não somente o fomento ao aprimoramento, mas também ao desenvolvimento da administração pública e, consequentemente, da nação”.

A publicação “O TCU e o Desenvolvimento Nacional – Contribuições para a Administração Pública” sintetiza o entendimento atual do Tribunal, contemplando seus julgados mais recentes, acerca das medidas a serem adotadas em setores estratégicos, a fim de que seja possível, de fato, alavancar o desenvolvimento do País. 

Ao mesmo tempo, o Tribunal se coloca aberto para o diálogo com o Poder Executivo e demais poderes da União, a administração pública como um todo, e com a sociedade civil organizada. O intuito é a formulação de propostas de trabalhos que cooperem para o desenvolvimento e superação dos gargalos nacionais.

2 comentários:

  1. muitas obras em Oeiras do para com irregularidades, obras com placas da obras irregular, valores recebidos e não realizadas as obras.
    obras abandonadas por uma empresa com continuidades de outra empresa sem ter feito os trâmites legais ou seja fazendo a rescisão com a primeira e abrindo o processo licitatorio para a segunda empresa. gostaria de pedir uma equipe aqui em Oeiras do Pará, para dar uma basta nessas situações.

    ResponderExcluir
  2. muitas obras em Oeiras do para com irregularidades, obras com placas da obras irregular, valores recebidos e não realizadas as obras.
    obras abandonadas por uma empresa com continuidades de outra empresa sem ter feito os trâmites legais ou seja fazendo a rescisão com a primeira e abrindo o processo licitatorio para a segunda empresa. gostaria de pedir uma equipe aqui em Oeiras do Pará, para dar uma basta nessas situações.

    ResponderExcluir

O TCU

O Tribunal de Contas da União é o órgão responsável por fiscalizar a utilização dos recursos públicos federais. Essa atividade é chamada de controle externo e tem o objetivo de garantir que o dinheiro público seja realmente aplicado em benefício da sociedade.

Pesquisar

Labels