quarta-feira, 19 de julho de 2017

FiscSaúde

O Tribunal de Contas da União concluiu recentemente mais um relatório sistêmico de fiscalização da saúde, o FiscSaúde. 

O Tribunal identificou que o brasileiro está vivendo mais, mas que esse aumento da expectativa de vida é desigual entre os estados. Junto com o avanço da idade da população, cresceu também o número de pessoas com neoplasias e diabetes.


Já o número de mortes prematuras no país reduziu, só que de maneira inferior a outros países. Um dado animador para a saúde dos brasileiros é que tanto o tabagismo quanto o consumo de álcool diminuíram entre as faixas mais jovens.

Mas o Fisc Saúde também traz dados alarmantes. O Brasil apresenta a maior incidência nos casos de aids no ranking dos países analisados.

O Fisc Saúde teve relatoria do ministro Bruno Dantas. Quer saber mais? Acesse www.tcu.gov.br/saude.

Nenhum comentário:

Postar um comentário