Posts

Programa #EuFiscalizo tem a previdência social com tema





O programa #EuFiscalizo de fevereiro tem como tema o sistema previdenciário no Brasil. A edição aborda os fatores que envolvem a previdência social, como a sustentabilidade e o futuro do sistema, quais são os tipos de regime, a necessidade de reformas e as dúvidas e preocupações da população sobre o tema.

A previdência social tem como função assegurar a manutenção da renda em situações específicas, como no salário-maternidade, dado às mães nos primeiros quatro meses após o nascimento dos filhos, ou no auxílio-acidente para beneficiários do INSS que estejam incapacitados de trabalhar após um acidente.

O seguro mais usado é o da aposentadoria, que garante a manutenção da renda de quem contribuiu com o INSS e saiu do mercado de trabalho por idade ou por incapacidade.

O principal problema da previdência no país é, segundo especialistas, a sustentabilidade. A população acima de 60 anos representa, hoje, mais de 10% da população, mas em vinte anos, esse número deve triplicar, chegando a 30%. Ou seja, o atual processo de envelhecimento populacional no país, somado com a diminuição da taxa de natalidade, faz com que, cada vez mais, cresça o número de aposentados e diminua o número de contribuintes ativos.

A previdência social é paga pela sociedade de forma geral, mas a maior parte do dinheiro usado para financiar os benefícios do regime geral vem da contribuição feita pelos trabalhadores, cerca de 75%. Entram ainda recursos de contribuição de empresas e de Estado. Se ainda faltar dinheiro, a União complementa. Esse é o déficit da previdência hoje.

De acordo com o TCU, em levantamentos feitos em 2013, o regime geral da previdência já apresentava déficit de 49,9 bilhões de reais, a previdência rural de 74,2 bilhões de reais e o regime próprio de quase 40 bilhões.

Para combater esse quadro, especialistas advertem para a necessidade de uma reforma que busque a sustentabilidade do sistema nos próximos anos. Atualmente, para cada inativo que recebe o seguro social, é necessária a contribuição de seis ativos, mas daqui a vinte anos, serão necessários doze ativos para financiar um aposentado no Brasil.

A produção do programa #EuFiscalizo é coordenada pela Secom/TCU. Com edição mensal, é transmitido pelos canais de TV da Câmara e do Senado, além de ser publicado na internet via Youtube e Facebook e no portal TCU.


Acesse a edição de fevereiro do programa no canal do TCU no Youtube: www.youtube.com/tcuoficial



Nenhum comentário:

Leave a Reply

O TCU

O Tribunal de Contas da União é o órgão responsável por fiscalizar a utilização dos recursos públicos federais. Essa atividade é chamada de controle externo e tem o objetivo de garantir que o dinheiro público seja realmente aplicado em benefício da sociedade.

Pesquisar

Labels